Em janeiro de 2019, ao cabo de uma década consecutiva de intenso trabalho, terminou a nossa prestação de serviços ao BPI, banco então tomado pelos nuestros hermanos do la Caixa.

Somente porque soubemos nos prevenir para esse risco de abrupta quebra do volume de negócio, o qual infelizmente se veio a verificar, podemos agora apresentar as contas da empresa devidamente equilibradas. Uma capacidade de antecipação e ajustamento extraordinário, tanto mais exigente quanto tenhamos sido apanhados a meio de um ciclo de recuperação de importantes investimentos efetuados há 3 anos atrás.

E porque uma desgraça nunca vem só, eis que surge esta tremenda e inesperada pandemia do Covid-19, a dificultar e muito a recuperação da nossa empresa. Obviamente não baixamos os braços e mantemo-nos alerta sobre novas oportunidades de negócio que por certo irão surgir no futuro próximo.

Por fim, sobre a plataforma digital Diretório Sector 3, o projeto-bandeira da nossa Responsabilidade Corporativa, ela encontra-se bem e recomenda-se: (i) total de 86 entidades registadas, com diferentes escalas e formas jurídicas, a operarem em benefício de distintos grupos-alvo e em diversas comunidades de norte a sul do país; (ii) perto de 800 visitantes por semana (iii) mais de 5.000 visualizações por mês.

Lisboa, 31 de maio 2020

assinatura_pm   Pedro Aragão Morais – Sócio Gerente


DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS (em 31 de Dezembro de 2019 e 2018)

RENDIMENTOS E GASTOS 2019 2018
 
Vendas e serviços prestados 23.302,00 103.306,00
Subsídios à exploração    
Trabalhos para a própria entidade    
Custos das mercadorias vendidas e das matérias consumidas    
Fornecimentos e serviços externos -12.826,57 -62.159,88
Gastos com pessoal -12.896,91 -32.780,97
Imparidades de dívidas a receber
Provisões (aumentos/diminuições)    
Outros rendimentos e ganhos 5.142,97 0,04
Outros gastos e perdas -1.311.44 -1.077.24
 
RESULTADOS ANTES DE DEPRECIAÇÕES, GASTOS DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO 1.410,05 7.287,95
 
Gastos/reversões de depreciação e de amortização 0,00 3.733,75
 
RESULTADO OPERACIONAL (ANTES DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO) 1.410,05 3.554,20
 
Juros e rendimentos similares obtidos    
Juros e gastos similares suportados -327.34  -651.23 
 
RESULTADO OPERACIONAL ANTES DE IMPOSTO 1.082,71 2.902,97
 
Imposto sobre o rendimento 591,64 1.923,18
 
RESULTADO LÍQUIDO DO PERÍODO 491,07 979,79

(em euros)

BALANÇOS (em 31 de Dezembro de 2019 e 2018)

ACTIVO 2019 2018
 
ACTIVO NÃO CORRENTE
Activos fixos tangíveis 10.488,22 6.845,25
Activos intangíveis
Participações financeiras
Accionistas/Sócios    
  10.488,22 6.845,25
 
ACTIVO CORRENTE
Inventários    
Clientes 2.258,29 7.534,61
Adiantamentos de fornecedores    
Estado e outros entes públicos 510,61
Accionistas/Sócios    
Outras contas a receber 4.160,73 10.762,25
Diferimentos 361,00
Outros Instrumentos Financeiros 420,00 420,00
Caixa e depóstios bancários 17.062,62 21.407,35
  24.412,25 40.485,21
TOTAL DO ACTIVO 34.900,47 47.330,46
CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO 2019 2018
 
CAPITAL PRÓPRIO
Capital realizado 5.000,00 5.000,00
Acções/Quotas próprias    
Prestações suplementares e outros instrumentos de capital próprio
Reservas legais 1.000,00 1.000,00
Excedentes de revalorização
Outras reservas 8.963,30 8.963,30 
Resultados transitados 10.871,59 9.891,80
 
Resultado líquido do período 491,07 979,79
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO 26.325,96 25.834,89
 
PASSIVO
 
PASSIVO NÃO CORRENTE
Provisões    
Financiamentos obtidos 1.111,11 5.228,21
Outras contas a pagar    
     
PASSIVO CORRENTE
Fornecedores 418,00 1.008,79
Adiantamentos de clientes 88,56  
Estado e outros entes públicos 2.097,26 8.803,79
Accionistas/Sócios    
Financiamentos obtidos 4.444,44 4.771,78
Outras contas a pagar 415,14 1.683,00
Diferimentos  
TOTAL DO PASSIVO 8.574,51 21.495,57
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO E DO PASSIVO 34.900,47 64.138,25

(em euros)

Em 2018, segundo ano de um ciclo de três consecutivos, respeitante ao período de recuperação do investimento realizado em 2016, a Sector 3 cumpriu as metas operacionais a que se havia comprometido e progrediu favoravelmente em termos da sua estrutura económico-financeira:

Indicador 2018 2017
Autonomia Financeira 54,6% 39,5%
Solvabilidade 1,20 0,65
Liquidez Geral 2,49 2,18
Rentabilidade do Ativo 2,0% 0,5%
EBIT 3.554,20 € 2.606,04 €


A prestação de serviços da Sector 3 ao Banco BPI terminou em dezembro último. Dado o peso deste Cliente no volume de negócio da empresa, por antecipação à significativa contração de atividade esperada, já em 2018 reduzimos substancialmente os gastos com pessoal.

No que respeita ao Diretório Sector 3, no período em análise registaram-se 7 novas adesões, contando hoje esta plataforma web com um total de 82 entidades-membros.
Por fim, adiante-se que 2019 vai ser um ano muito exigente e desafiante, pois deve a Sector 3 procurar oportunidades de negócio, novas soluções que viabilizem a continuidade desta empresa.

Lisboa, 23 de abril 2019

assinatura_pm   Pedro Aragão Morais – Sócio Gerente


DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS (em 31 de Dezembro de 2018 e 2017)

RENDIMENTOS E GASTOS 2018 2017
 
Vendas e serviços prestados 103.306,00 107.170,00
Subsídios à exploração    
Trabalhos para a própria entidade    
Custos das mercadorias vendidas e das matérias consumidas    
Fornecimentos e serviços externos -62.159,88 -42.795,45
Gastos com pessoal -32.780,97 -55.360,60
Imparidades de dívidas a receber
Provisões (aumentos/diminuições)    
Outros rendimentos e ganhos 0,04 392,78
Outros gastos e perdas -1.077.24 -2.897,40
 
RESULTADOS ANTES DE DEPRECIAÇÕES, GASTOS DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO 7.287,95 6.509,33
 
Gastos/reversões de depreciação e de amortização 3.733,75 3.903,29
 
RESULTADO OPERACIONAL (ANTES DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO) 3.554,20 2.606,04
 
Juros e rendimentos similares obtidos    
Juros e gastos similares suportados -651.23  -967.38
 
RESULTADO OPERACIONAL ANTES DE IMPOSTO 2.902,97 1.638,66
 
Imposto sobre o rendimento 1.923,18 1.371,18
 
RESULTADO LÍQUIDO DO PERÍODO 979,79 267,48

(em euros)

BALANÇOS (em 31 de Dezembro de 2018 e 2017)

ACTIVO 2018 2017
 
ACTIVO NÃO CORRENTE
Activos fixos tangíveis 6.845,25 10.578,96
Activos intangíveis
Participações financeiras
Accionistas/Sócios    
  6.845,25 10.578,96
 
ACTIVO CORRENTE
Inventários    
Clientes 7.534,61 1.778,21
Adiantamentos de fornecedores    
Estado e outros entes públicos 1.210,27
Accionistas/Sócios    
Outras contas a receber 10.762,25 6.919,82
Diferimentos 361,00 29.223,20
Outros Instrumentos Financeiros 420,00 420,00
Caixa e depóstios bancários 21.407,35 14.007,79
  40.485,21 53.559,29
TOTAL DO ACTIVO 47.330,46 73.854,95
CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO 2018 2017
 
CAPITAL PRÓPRIO
Capital realizado 5.000,00 5.000,00
Acções/Quotas próprias    
Prestações suplementares e outros instrumentos de capital próprio
Reservas legais 1.000,00 1.000,00
Excedentes de revalorização
Outras reservas 8.963,30 8.963,30 
Resultados transitados 9.891,80 9.591,10
 
Resultado líquido do período 979,79 267,48
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO 25.834,89 24.821,88
 
PASSIVO
 
PASSIVO NÃO CORRENTE
Provisões    
Financiamentos obtidos 5.228,21 14.077,10 
Outras contas a pagar    
     
PASSIVO CORRENTE
Fornecedores 1.008,79 4.431,61
Adiantamentos de clientes    
Estado e outros entes públicos 8.803,79 9.142,51
Accionistas/Sócios    
Financiamentos obtidos 4.771,78 6.549,15
Outras contas a pagar 1.683,00 5.116,00
Diferimentos  
TOTAL DO PASSIVO 21.495,57 39.316,37
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO E DO PASSIVO 47.330,46 64.138,25

(em euros)

Na Sector 3, percorremos o ano de 2017 em velocidade-cruzeiro. Após o significativo investimento realizado em 2016, cumprimos todos os compromissos financeiros assumidos para este ano e conseguimos reunir as condições de negócio fundamentais para hoje podermos afirmar encontrar-se assegurada a regular continuidade das operações em 2018.

Ao Banco BPI, nosso principal Cliente, prestámos serviços de consultoria no âmbito dos seus prémios – BPI Solidário, BPI Seniores e BPI Capacitar.

Ao longo de 2017, o Diretório Sector 3 registou 9 novas adesões, terminando o ano com um total de 74 entidades-membros, oriundas de norte a sul do país. Embora a um ritmo lento, as audiências desta nossa plataforma digital têm evoluído sempre favoravelmente, registando hoje, em média, perto de 450 visitas semanais e 5.000 visualizações por mês.

A edição 2017 do Dote Sector 3, no montante de 1.500 euros, foi atribuído, ex aequo, à CERCIOEIRAS e à CERCIPOM.

Finalmente, este ano de 2017 fica marcado pela publicação do livro “Combate à Pobreza e Exclusão Social – Referencial Técnico”, cuja edição digital disponibilizamos para download.

Lisboa, 30 de março 2018

assinatura_pm   Pedro Aragão Morais – Sócio Gerente


DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS (em 31 de Dezembro de 2017 e 2016)

RENDIMENTOS E GASTOS 2017 2016
 
Vendas e serviços prestados 107.170,00 112.136,00
Subsídios à exploração    
Trabalhos para a própria entidade    
Custos das mercadorias vendidas e das matérias consumidas    
Fornecimentos e serviços externos -42.795,45 -37.797,50
Gastos com pessoal -55.360,60 -62.593,29
Imparidades de dívidas a receber -72,00
Provisões (aumentos/diminuições)    
Outros rendimentos e ganhos 392,78 2.000,00
Outros gastos e perdas -2.897,40 984,01
 
RESULTADOS ANTES DE DEPRECIAÇÕES, GASTOS DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO 6.509,33 14.657,22
 
Gastos/reversões de depreciação e de amortização 3.903,29 12.791,87
 
RESULTADO OPERACIONAL (ANTES DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO) 2.606,04 1.865,35
 
Juros e rendimentos similares obtidos    
Juros e gastos similares suportados -967.38  -788,20
 
RESULTADO OPERACIONAL ANTES DE IMPOSTO 1.638,66 1.077,15
 
Imposto sobre o rendimento 1.371,18 1.009,35
 
RESULTADO LÍQUIDO DO PERÍODO 267,48 -67,80

(em euros)

BALANÇOS (em 31 de Dezembro de 2017 e 2016)

ACTIVO 2017 2016
 
ACTIVO NÃO CORRENTE
Activos fixos tangíveis 10.578,96 14.482,25
Activos intangíveis
Participações financeiras 10,90
Accionistas/Sócios    
  10.578,96 14.493,15
 
ACTIVO CORRENTE
Inventários    
Clientes 1.778,21 1.061,45
Adiantamentos de fornecedores    
Estado e outros entes públicos 1.210,27 652,00
Accionistas/Sócios    
Outras contas a receber 6.919,82 6.312,20
Diferimentos 29.223,20 39.002,22
Outros Instrumentos Financeiros 420,00 420,00
Caixa e depóstios bancários 14.007,79 11.913,93
  53.559,29 59.361,80
TOTAL DO ACTIVO 64.138,25 73.854,95
CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO 2017 2016
 
CAPITAL PRÓPRIO
Capital realizado 5.000,00 5.000,00
Acções/Quotas próprias    
Prestações suplementares e outros instrumentos de capital próprio
Reservas legais 1.000,00 1.000,00
Excedentes de revalorização
Outras reservas 8.963,30 8.963,30 
Resultados transitados 9.591,10 9.876,29
 
Resultado líquido do período 267,48 67,80
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO 24.821,88 24.907,39
 
PASSIVO
 
PASSIVO NÃO CORRENTE
Provisões    
Financiamentos obtidos 14.077,10   
Outras contas a pagar    
     
PASSIVO CORRENTE
Fornecedores 4.431,61 8.761,63
Adiantamentos de clientes    
Estado e outros entes públicos 9.142,51 10.000,72
Accionistas/Sócios    
Financiamentos obtidos 6.549,15 6.500,00
Outras contas a pagar 5.116,00 8.538,76
Diferimentos  
TOTAL DO PASSIVO 39.316,37 48.947,56
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO E DO PASSIVO 64.138,25 73.854,95

(em euros)

Em 2016, na Sector 3 ascendemos a um patamar superior na qualidade dos serviços prestados aos nossos Clientes.

Para conseguir tal elevação, foi necessário concretizar dois investimentos fundamentais: por um lado, o desenvolvimento tecnológico do Diretório Sector 3 e, por outro, o reforço da equipa de trabalho na empresa.

Criada em 2010, ao cabo de cinco anos de ininterrupta actividade, a versão original da nossa plataforma digital encontrava-se obsoleta. Com recurso ao outsourcing de serviços especializados da Everis, desenvolvemos um portal completamente novo, muito mais poderoso e atractivo. Segundo os resultados do inquérito realizado, 79% dos membros do Diretório Sector 3 conota de “bom” ou “excelente” este upgrade. Face à actual escala do nosso negócio, sem dúvida que se trata aqui de um avultado investimento, uma corajosa aposta no futuro deste projecto emblemático para a Sector 3, um compromisso exigente com recurso a crédito externo e efeitos nas contas da empresa a repercutir durante o próximo triénio.

O Dote 2016, o habitual prémio em dinheiro atribuído anualmente a uma entidade membro do Diretório Sector 3, desta vez foi atribuído à ASTA – Associação Sócio Terapêutica de Almeida. Através deste prémio, este ano já na sua 6ª edição consecutiva, a Sector 3 devolveu à comunidade um total acumulado de 13,5 mil euros, o equivalente a 13% do total de resultados operacionais gerados pela empresa durante esse período.

O acréscimo do volume de serviços prestados na área da consultoria, sobretudo ao Banco BPI, nosso principal Cliente, implicou a criação de um novo posto de trabalho na empresa, desde março de 2016 assegurado por Maria Inês Morais, 32 anos, licenciada em Economia pela Universidade de Coimbra.
Na Sector 3 estamos, portanto, a crescer paulatinamente. De modo sustentável, na medida em que já em 2017, a empresa acaba de ver renovada a sua certificação B Corp.

Lisboa, 30 de março 2017

assinatura_pm   Pedro Aragão Morais – Sócio Gerente


DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS (em 31 de Dezembro de 2016 e 2015)

RENDIMENTOS E GASTOS 2016 2015
 
Vendas e serviços prestados 112.136,00 98.038,96
Subsídios à exploração    
Trabalhos para a própria entidade    
Custos das mercadorias vendidas e das matérias consumidas    
Fornecimentos e serviços externos -37.797,50 -42.937,94
Gastos com pessoal -62.593,29 -36.842,17
Imparidades de dívidas a receber -72,00
Provisões (aumentos/diminuições)    
Outros rendimentos e ganhos 2.000,00 
Outros gastos e perdas 984,01 -3.291,81
 
RESULTADOS ANTES DE DEPRECIAÇÕES, GASTOS DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO 14.657,22 14.967,04
 
Gastos/reversões de depreciação e de amortização 12.791,87 -13.254,20
 
RESULTADO OPERACIONAL (ANTES DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO) 1.865,35 1.712,84
 
Juros e rendimentos similares obtidos    
Juros e gastos similares suportados -788,20  -291,93 
 
RESULTADO OPERACIONAL ANTES DE IMPOSTO 1.077,15 1.420,91
 
Imposto sobre o rendimento 1.009,35 -1.188,97
 
RESULTADO LÍQUIDO DO PERÍODO -67,80 231,94

(em euros)

BALANÇOS (em 31 de Dezembro de 2016 e 2015)

ACTIVO 2016 2015
 
ACTIVO NÃO CORRENTE
Activos fixos tangíveis 14.482,25 339,12
Activos intangíveis 12.000,00
Participações financeiras  10,90  
Accionistas/Sócios    
  14.493,15 12.339,12
 
ACTIVO CORRENTE
Inventários    
Clientes 1.061,45 1.459,00
Adiantamentos de fornecedores    
Estado e outros entes públicos 652,00 519,00
Accionistas/Sócios    
Outras contas a receber 6.312,20
Diferimentos 39.002,22 10.641,00
Outros Instrumentos Financeiros 420,00 140,00
Caixa e depóstios bancários 11.913,93 24.895,96
  59.361,80 37.654,96
TOTAL DO ACTIVO 73.854,95 49.994,08
CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO 2016 2015
 
CAPITAL PRÓPRIO
Capital realizado 5.000,00 5.000,00
Acções/Quotas próprias    
Prestações suplementares e outros instrumentos de capital próprio
Reservas legais 1.000,00 1.000,00
Excedentes de revalorização
Outras reservas 8.963,30 8.963,30 
Resultados transitados 9.876,29 9.644,35
 
Resultado líquido do período 67,80 231,94
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO 24.907,39 24.839,59
 
PASSIVO
 
PASSIVO NÃO CORRENTE
Provisões    
Financiamentos obtidos    
Outras contas a pagar    
     
PASSIVO CORRENTE
Fornecedores 8.761,63 6.549,67
Adiantamentos de clientes    
Estado e outros entes públicos 10.000,72 6.213,65
Accionistas/Sócios    
Financiamentos obtidos 6.500,00 4.333,37 
Outras contas a pagar 8.538,76 8.057,80
Diferimentos  
TOTAL DO PASSIVO 48.947,56 25.154,49
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO E DO PASSIVO 73.854,95 49.994,08

(em euros)

O ano de 2015 foi em quase tudo semelhante aos dois exercícios anteriores.

O número de Entidades da Economia Social registadas no Diretório Sector 3 cresceu 15% e as audiências desta plataforma web, traduzidas no seu número de visitantes, aumentou 20% em relação a 2014.

Mantivemos os habituais serviços de suporte às Entidades do Diretório Sector 3, entre os quais, os apontamentos na rádio Smooth FM e as Tertúlias Inter Pares. O Dote IPSS 2015, no montante de 3 mil euros, foi atribuído, ex aequo, à Fundação CEBI e à Associação de Paralisia Cerebral de Lisboa, duas grandes Obras Sociais de referência em Portugal.

Sobre os serviços de assessoria prestados ao Banco BPI, o ano de 2015 culminou com a excelente notícia do lançamento do novo Prémio BPI Solidário.

A decisão estratégica de concretizar um importante investimento no desenvolvimento tecnológico do site Diretório Sector 3, com recurso ao outsourcing de serviços especializados da everis, constitui um enorme desafio a superar, com a certeza de que 2016 vai ser um ano de mudança para esta empresa.

assinatura_pm   Pedro Aragão Morais – Sócio Gerente


DEMONSTRAÇÃO DE RESULTADOS (em 31 de Dezembro de 2015 e 2014)

RENDIMENTOS E GASTOS 2015 2014
 
Vendas e serviços prestados 98.038,96 95.919,24
Subsídios à exploração    
Trabalhos para a própria entidade    
Custos das mercadorias vendidas e das matérias consumidas    
Fornecimentos e serviços externos -42.937,94 -43.225,34
Gastos com pessoal -36.842,17 -34.141,34
Provisões (aumentos/diminuições)    
Outros rendimentos e ganhos  
Outros gastos e perdas -3.291,81 -2.631,74
 
RESULTADOS ANTES DE DEPRECIAÇÕES, GASTOS DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO 14.967,04 15.920,82
 
Gastos/reversões de depreciação e de amortização 13.254,20 -13.254,24
 
RESULTADO OPERACIONAL (ANTES DE FINANCIAMENTO E IMPOSTO) 8.249,55 2.666,58
 
Juros e rendimentos similares obtidos    
Juros e gastos similares suportados -291,93  -79,71 
 
RESULTADO OPERACIONAL ANTES DE IMPOSTO 8.541,48 2.586,87
 
Imposto sobre o rendimento 1.188,97 -1.504,19
 
RESULTADO LÍQUIDO DO PERÍODO -9.730,45 1.082,68

(em euros)

BALANÇOS (em 31 de Dezembro de 2015 e 2014)

ACTIVO 2015 2014
 
ACTIVO NÃO CORRENTE
Activos fixos tangíveis 339,12 1.593,32
Activos intangíveis 12.000,00 24.000,00
Participações financeiras    
Accionistas/Sócios    
  12.339,12 25.593,32
 
ACTIVO CORRENTE
Inventários    
Clientes 1.459,00 7.429,00
Adiantamentos de fornecedores    
Estado e outros entes públicos 519,00 2.748,00
Accionistas/Sócios    
Outras contas a receber 430,00
Diferimentos 10.641,00 361,00
Outros Instrumentos Financeiros 140,00
Caixa e depóstios bancários 24.895,96 16.548,00
  37.654,96 27.516,00
TOTAL DO ACTIVO 49.994,08 53.109,32
CAPITAL PRÓPRIO E PASSIVO 2015 2014
 
CAPITAL PRÓPRIO
Capital realizado 5.000,00 5.000,00
Acções/Quotas próprias    
Prestações suplementares e outros instrumentos de capital próprio
Reservas legais 1.000,00 1.000,00
Excedentes de revalorização
Outras reservas 8.963,30 8.963,30 
Resultados transitados 9.644,35 8.561,67
 
Resultado líquido do período 231,94 942,68
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO 24.839,59 24.467,65
 
PASSIVO
 
PASSIVO NÃO CORRENTE
Provisões    
Financiamentos obtidos    
Outras contas a pagar    
     
PASSIVO CORRENTE
Fornecedores 6.549,67 5.574,56
Adiantamentos de clientes    
Estado e outros entes públicos 6.213,65 8.335,61
Accionistas/Sócios    
Financiamentos obtidos 4.333,37 10.000,00 
Outras contas a pagar 8.057,80 9.931,50
Diferimentos   -5.200,00
TOTAL DO PASSIVO 25.154,49 28.641,67
TOTAL DO CAPITAL PRÓPRIO E DO PASSIVO 49.994,08 53.249,32

(em euros)

Menu